Enem 13 de Dezembro de 1999

O grau de dificuldade das provas, por habilidades

Na parte objetiva da prova, das 21 habilidades avaliadas pelo Enem, a que demonstrou ser de maior dificuldade para os participantes do exame foi a número 10. Nesta habilidade, os alunos deveriam "utilizar diferentes escalas de tempo para situar e descrever transformações planetárias (litosfera e biosfera), origem e evolução da vida, e crescimento de diferentes populações".

Esta habilidade foi medida nas questões 3, 4 e 5 da prova amarela. De maneira geral, as questões apoiaram-se em um texto que compara diferentes escalas de tempo para avaliar a compreensão dos tempos do universo, do planeta e do homem. O desenvolvimento desta habilidade exigia o estabelecimento da proporcionalidade entre as duas escalas propostas e pressupunha o conhecimento da ordem de grandeza do tempo em que ocorre o evento em foco; do período que marca o início da agricultura e o reconhecimento do caráter recente da industrialização.

Ainda em relação à parte objetiva, a habilidade que apresentou maior facilidade aos participantes foi a 19, pela qual, os alunos deveriam "confrontar interpretações diversas de uma dada realidade histórico-geográfica, coordenando os diferentes pontos de vista em jogo e identificando os pressupostos de cada interpretação". Esta habilidade foi avaliada nas questões 22, 23 e 31 da prova amarela, buscando verificar se os participantes foram capazes de relacionar percepções históricas ancoradas no mesmo universo conceitual.

Na redação, o melhor desempenho foi apresentado em relação ao domínio básico da norma culta da língua escrita e a maior dificuldade refere-se à elaboração de proposta de intervenção solidária na realidade no encaminhamento da questão proposta como tema da redação.