Enem 07 de Fevereiro de 2006

Inep divulga resultados do Enem 2005 por escola e município

 

Iniciativa inédita disponibiliza consulta das médias de desempenho através da Internet

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) está disponibilizando levantamento inédito das médias obtidas pelos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2005, por escola e por município. Pela primeira vez em oito edições do exame, o País terá à disposição um sistema de consulta on line que permitirá conferir a média de resultados dos participantes matriculados em cada um dos estabelecimentos de ensino médio com participação no Enem.

Ao todo, 21.990 escolas compõem o cadastro, 15.974 públicas e 6.016 privadas. A consulta também poderá ser efetuada por unidade da Federação, por localização da escola (rural ou urbana), por dependência administrativa (particular, federal, estadual ou municipal) e por modalidade de ensino (ensino regular, educação profissionalizante e educação de jovens e adultos). Os dados estarão disponíveis na página eletrônica do Inep.

Desde a implantação do Enem, em 1998, a procura pelo exame aumentou mais de 1.000%, ultrapassando a marca de 3 milhões de inscritos. Dos cerca de 2,2 milhões que fizeram a prova em 2005, no menor índice de abstenção dos últimos cinco anos, 1,2 milhão concluiu o ensino médio no ano passado e 67% declararam que o principal motivo para realizar a prova era a entrada no ensino superior. O Programa Universidade para Todos (ProUni), que usa os resultados do Enem como critério de seleção para a distribuição de bolsas, e o uso do Enem nos processos seletivos de quase 500 instituições de ensino superior brasileiras, fizeram com que a procura dobrasse entre 2004 e 2005.

O Inep produziu uma nota técnica destacando que a divulgação dessas médias por escola é importante para auxiliar professores, diretores e demais dirigentes educacionais na identificação de deficiências e boas práticas. Caso o desempenho médio dos estudantes de determinada escola se mostre significativamente distinto do de outras com alunos de mesmo perfil, isso pode favorecer a troca para o aprimoramento do sistema.

A nota também destaca que as informações podem funcionar como elemento de mobilização em favor da qualidade de ensino, e que o conhecimento desses dados é um direito da sociedade. Ressalta-se, ainda, que as médias do Enem por escola, assim como todo resultado de avaliação realizada em um único momento, não são indicadores apenas da qualidade da escola, ou seja, o que se tem é uma média do desempenho dos alunos cujo conhecimento adquirido depende da qualidade da escola em que estuda e também de seu histórico escolar, familiar e da comunidade que freqüenta.

Assessoria de Imprensa do Inep