Ações internacionais 22 de Maio de 2019

Inep colabora para implantação da avaliação da educação superior em São Tomé e Príncipe

Uma equipe do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) está em São Tomé e Príncipe, na África, para apoiar o país na implantação da avaliação da educação superior. A quarta missão do Inep no país africano ocorre até a próxima sexta-feira, 24 de maio.

Nessa etapa, os servidores e avaliadores do Inep acompanham a realização da primeira avaliação externa das instituições de educação superior de São Tomé e Príncipe. Na primeira quinzena de maio, o Inep atuou ajudando na conclusão do sistema eletrônico "e-SUP", pelo qual é feita a avaliação.

A iniciativa permitirá ao país produzir informações claras e confiáveis para gestores, pesquisadores, educadores e público, em geral. A missão faz parte do Acordo de Cooperação Técnica entre Países em Desenvolvimento, assinado pelo governo de São Tomé e Príncipe e o Brasil por meio do Inep e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), em 2018.

Cooperação Técnica Internacional – O Inep tem ampliado sua atuação na área de cooperação técnica internacional. Nos últimos anos, aumentou significativamente o interesse de outras autoridades na área de educação e de organizações internacionais em conhecer a experiência brasileira.

Em conjunto com as diretrizes da Política Externa Brasileira, o Inep orienta suas atividades de cooperação para o intercâmbio de conhecimentos, experiências e de boas práticas. O objetivo é promover o desenvolvimento sustentável global.

A cooperação na área de educação superior foi solicitada pelo governo de São Tomé e Príncipe ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), por meio da ABC. O projeto conta com a expertise do Inep para reforçar as capacidades institucionais e técnicas da Direção de Ensino Superior e Ciência de São Tomé e Príncipe.

O desenvolvimento do plano ocorre por meio de ações de capacitação destinada aos técnicos do Ministério da Educação de São Tomé e Príncipe, aos avaliadores e às próprias instituições de educação superior.

Saiba mais sobre as ações internacionais do Inep