Ações internacionais 05 de Março de 2020

Inep fecha contrato para aplicação do PIRLS 2021

Firmado contrato entre o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) para aplicação do Estudo Internacional de Progresso em Leitura (PIRLS) 2021. A contratada venceu pregão eletrônico e o documento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) em 3 de março. O Inep é o responsável pela realização da avaliação no país.

O PIRLS afere as capacidades de leitura e compreensão de textos de alunos do 4º ano do ensino fundamental, e é considerado o principal estudo internacional focado em leitura. Neste primeiro semestre, será realizado o pré-teste, com aplicação das provas e questionários para cerca de 1.500 estudantes de 30 escolas públicas e privadas.

Será a primeira edição do estudo que o Brasil participa. Integrantes do corpo técnico do Inep realizaram as adaptações nacionais dos instrumentos de teste e dos questionários que serão utilizados na coleta de informações. A aplicação principal do PIRLS 2021 está prevista para ocorrer entre outubro e novembro de 2020.

A inclusão do Brasil entre os países que aplicam a avaliação segue as diretrizes da Política Nacional de Alfabetização (PNA), que o insere no rol de países que fundamentam suas políticas educacionais de alfabetização nas mais atuais evidências científicas.

PIRLS – O estudo é realizado, a cada cinco anos, pela International Association for the Evaluation of Educational Achievement (IEA), cooperativa internacional de instituições nacionais de pesquisa, acadêmicos e analistas que trabalham para avaliar, entender e melhorar a educação em todo o mundo. O Brasil faz parte da IEA, mas não estava entre os países que aplicam o PIRLS.