Projeto: Avaliação da eficácia e eficiência de sistemas educacionais estaduais e municipais brasileiros: aplicações de metodologias paramétricas hierárquicas e não paramétricas

Coordenador: Flavio de Oliveira Gonçalves

Resumo: O Professor Flavio de Oliveira Gonçalves, da Universidade Federal do Paraná, pretende com esse projeto usar avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC), como o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB), para verificar os determinantes da qualidade escolar baseando-se nas variáveis relacionadas às avaliações do INEP. O projeto trata, a princípio, da qualidade da educação básica como causa e conseqüência de variáveis macroeconômicas. A linha de pesquisa do trabalho visa a analisar, entre outros itens, os impactos da qualidade escolar na renda esperada do trabalhador. Além disso, o projeto considera se a inclusão destas variáveis de qualidade nas regressões tradicionais de produtividade reduz a variância de renda não explicada por diferenças nos anos de escolaridade média.

Avaliação da eficiência do sistema educacional

Determinantes da qualidade na prestação de serviços da educação básica e seus efeitos econômicos. Essas são as linhas de pesquisa do projeto coordenado pelo Professor Flávio Oliveira Gonçalves, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O pesquisador utilizou de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para compor seu trabalho. O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) foi a base para isso.

O trabalho pretende contribuir com a inclusão de um novo nível de gerência do sistema educacional. De acordo com o pesquisador, para que isso aconteça, é necessária uma maior participação política da população.

Um artigo sobre o tema do trabalho "Avaliação da eficácia e da eficiência de sistemas educacionais estaduais e municipais brasileiros: aplicações de metodologias paramétricas hierárquicas e não-paramétricas" já foi publicado em revistas voltadas para a área da educação e tem a preocupação de pesquisar a eficiência dos sistemas municipais e estaduais de educação, além da capacidade e as características que as prefeituras têm de gerenciar esse ensino.

Utilizando os dados do SAEB do ano de 2005, o pesquisador constatou uma diferença de 48 pontos entre os alunos de 4ª série de escolas públicas e escolas privadas. Isso significa que, tornando a educação eficiente, esses pontos são capazes de tirar o aluno da situação mediana e elevá-lo a um nível muito superior de aprendizagem.