Projeto: O mapa social da região metropolitana de Natal: inferências na qualidade escolar

Coordenador: Maria do Livramento Miranda Clementino

Resumo: A educação básica nos municípios da região metropolitana de Natal é foco do projeto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, coordenado por Maria do Livramento Miranda Clementino. O estudo pretende construir uma tipologia do nível de qualidade dos estabelecimentos escolares desses locais por meio de um conjunto de indicadores de infra-estrutura, número de salas de aula, de turmas, alunos e recursos humanos disponíveis. Além disso, a UFRN investiga o comportamento das variáveis ligadas ao rendimento e eficácia escolar, segundo as tipologias tanto dos municípios quanto dos estabelecimentos de ensino construídos nesses locais.

O ambiente escolar na região metropolitana de Natal

O Núcleo Avançado de Políticas Públicas da Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN) está elaborando o mapa da educação básica nos Municípios da Região Metropolitana de Natal. O estudo procura identificar que os tipos de interferências existentes na qualidade escolar, focando, sobretudo, os aspectos do ambiente social da região.
 
Na primeira fase do projeto foram avaliadas 539 escolas de toda a região. Foram utilizados cinco indicadores relacionados com a vida social e educativa dos alunos: sócio-ocupacional, contexto familiar, institucional, ensino-aprendizagem e educacional. O grupo utilizou a base de dados do Censo Escolar 2000 e Censo Demográfico.
 
Segundo o professor Moisés Alberto Calle Aguirre, o objetivo do projeto é construir uma tipologia do ambiente dos estabelecimentos escolares públicos do Ensino Básico dos municípios da Região Metropolitana de Natal. Além disso, a pesquisa pretende investigar o comportamento de variáveis ligadas à eficácia escolar (aprovação, reprovação e distorção de idade e serie), seguindo a tipologia da qualidade construída.

De acordo com os resultados da primeira fase do trabalho, a maioria das escolas do Ensino Básico da Região Metropolitana de Natal mostra um ambiente com condições adversas para o ensino. Segundo Calle, dados preliminares do estudo revelam que, no atual ambiente escolar, é difícil criar habitus de estudo que possibilitem aos estudantes alcançarem um maior rendimento na aprendizagem.
 
A equipe do projeto é formada pelos doutores: coordenadora Maria do Livramento Miranda Clementino; professores Aldenor Gomes da Silva, Moisés Alberto Calle Aguirre e Flávio Henrique Freire da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Cezar Augusto Cerqueira, da Universidade Católica de Pernambuco.