Projeto: ProUni e Inclusão Social

Coordenador: Maria Margarida Cavalcanti Limena

Resumo: O projeto tem por objetivo principal avaliar o processo de inserção e inclusão social dos estudantes com financiamento do ProUni, visando uma ação democrática e emancipatória, em seus aspectos sociais, econômicos e culturais. Nessa perspectiva, serão avaliadas as dimensões vinculadas à política pública que o Programa ProUni contempla, aquelas vinculadas às instituições e as dimensões diretamente ligadas aos alunos contemplados.

Notícia

O ProUni e a inclusão social de jovens

Pesquisa coordenada pelas Professoras Maria Margarida Cavalcanti Limena, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP e Izabel Cristina Petraglia, do Centro Universitário Nove de Julho – UniNove – pretende produzir dados e análises que sirvam de subsídio para as discussões da política educacional que contempla o Programa Universidade para Todos (ProUni) e suas possibilidades de aperfeiçoamento.

O ProUni concede bolsas integrais e parciais em instituições de ensino superior a estudantes de baixa renda, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica. Diante disso, este projeto de pesquisa vai analisar o papel do Estado e das universidades, especialmente as instituições privadas, na potencialização dos recursos voltados para a inclusão da população jovem, por meio das políticas públicas de educação. Até onde vai a abrangência de inserção social, econômica e cultural do jovem beneficiário do ProUni? Esta é uma das perguntas que este grupo de pesquisa quer responder.

O objetivo do estudo é conhecer a política pública que o Programa ProUni contempla em suas potencialidades e limites; dar visibilidade à concepção de inclusão social caracterizada pelo Programa; identificar os motivos de adesão das universidades ao ProUni; conhecer os critérios de seleção dos alunos beneficiados; identificar, nas instituições participantes do Programa, a situação de demanda e aceitação dos cursos, a incidência e motivos de evasão escolar e a incidência de transferência de alunos para outros cursos e ou instituições; e analisar as possibilidades de se empregarem dos alunos beneficiados pelo Programa.

O estudo será realizado em 11 estados e no Distrito Federal, apenas com alunos bolsistas, avaliando os municípios com o maior e o menor índice de bolsas ofertadas no segundo semestre de 2006. Primeiro serão realizados diferentes estudos e levantamentos bibliográficos, seguido de mapeamento das Instituições de Ensino Superior parceiras do ProUni (acesso ao banco de dados do INEP), estabelecimento de todas os bolsistas, planejamento e critérios de delimitação da amostra de alunos.

Após a coleta dos dados por meio de aplicação de questionários e roteiros de entrevistas serão feitas as análises e mapeamentos dos resultados. Com os resultados em mãos, os pesquisadores pretendem construir o perfil dos alunos bolsistas em função das categorias inclusão/exclusão.

A pesquisa será concluída em 2010, totalizando quatro anos de estudo e o seu resultado final deverá conduzir a análises sobre a efetividade do ProUni, além de contribuir para o aperfeiçoamento e maior visibilidade das políticas de educação.